Sejam Benvindos ao Blog Estudos Diplomáticos !

Este espaço foi criado para reunir conhecimentos acadêmicos e informações relacionadas ao Concurso para ingresso no Instituto Rio Branco.



sexta-feira, 30 de abril de 2010

Política Internacional: As Relações Bilaterais Brasil-França (Parte II)

video

domingo, 25 de abril de 2010

Estudos Dirigidos em Andamento!



Relação de Inscritos no ED de Noções de Economia: Nome como seguidor/ Cidade/UF

Camila / São Paulo – SP;Bruno / Curitiba-PR;ideiarosa/Londrina-PR;Carliany / São Paulo-SP; Arthur / São Bernardo do Campo – SP; betacv/Porto Alegre-RS; Eduardo Constantini/ São Paulo SP; Tatiane / São Paulo-SP; Larissa /Paris – França; Petrucio&Samara / Brasília – DF; Neilimar /Palmas-To; Tatigomes / Porto Alegre-RS; Rute Nicoleti / Taubaté-SP; Paula/ Campinas-SP; Deginaldo/ Recife-PE; Daniel Gomes - Petrópolis e Rio de Janeiro/RJ; Saulo San / Vitória-ES; jurandi/Feira de Santana –BA; Alessandra /Curitiba-PR; Luciana /São José do Rio Preto – SP; Letícia Rodrigues / Belo Horizonte; Vanessa Pedro/Niterói-RJ; Maria/Porto Alegre-RS; Valnen Cunha/ São Paulo-SP; Daniela/ Cuiabá-MT; Renzo Castelan/ Vitória – ES; Thais Mello/ Vitória-ES

Parabéns a todos vocês pela coragem e desprendimento de se lançar ao objetivo. Agora, pessoal, vamos estudar, e acreditar. As atividades iniciais estão abaixo: assistir vídeo-aulas, ler e fichar as lições. Remeti para o e-mail de vocês alguns textos, já que nos encontramos no final de abril e teremos maio e um junho atípico, pois com Copa do Mundo. Então aqueles que já conseguiram finalizar as leituras abaixo e tomar os apontamentos, poderão complementá-las com os textos em formato PDF enviados. Caso queiram fazer observações, sugiro que utilizem o espaço comentários ao final desta postagem, mas caso prefiram, poderão utilizar o e-mail. Um abraço a todos!


Após o mês de junho, serão postados exercícios baseados em provas anteriores.


Estudo Dirigido de Noções de Economia:
(Itens constantes do Guia de Estudos 2010)
....................................
Macroeconomia: 2.1. Contabilidade Nacional. Os conceitos de Produto e Renda interna, Produto e Renda Nacional, Renda Disponível Bruta, Poupança Bruta Doméstica e capacidade ou necessidade de Financiamento Externo. Conceitos e cálculo do Déficit Público. A Conta de Balanço de Pagamentos: estrutura e cálculo do resultado do balanço. Números Índices. Deflator Implícito e Índices de Preço ao Consumidor.
....................................

Leitura Básica: MANKIW, N. Gregory. Introdução à Economia. São Paulo: Cengage Learning, 2009.

Capítulos 23, Medindo a Renda Nacional; Cap 24, Medindo o Custo de Vida; Cap 25, Produção e Crescimento.

Materiais de Apoio: 1. Vídeo-Aulas nº 4,5 e 6 (ver marcadores vídeo-aula noções de economia) postadas nos meses de dezembro 2009 e janeiro 2010;
2. Textos em formato PDF, remetidos oportunamente, por e-mail.

Atividades para os meses de abril, maio e junho de 2010:
1) Leitura dos textos;
2) Realizar apontamentos com vistas ao entendimento dos conceitos e das operações referidas no item 2.1 reproduzido acima.


************************************************************************************

Relação de Inscritos no ED de Política Internacional: Nome como seguidor/ Cidade/UF

Igor Weine/Fortaleza-CE;Bruno / Curitiba-PR;ideiarosa/Londrina-PR;Carliany / São Paulo-SP; Arthur / São Bernardo do Campo – SP; betacv/Porto Alegre-RS; Eduardo Constantini/ São Paulo SP; Tatiane / São Paulo-SP; Larissa /Paris – França; Petrucio&Samara / Brasília – DF; Tatigomes / Porto Alegre-RS; Rute Nicoleti / Taubaté-SP; Paula/ Campinas-SP; Deginaldo/ Recife-PE; Daniel Gomes - Petrópolis e Rio de Janeiro/RJ; Saulo San / Vitória-ES; jurandi/Feira de Santana –BA; Alessandra /Curitiba-PR; Luciana /São José do Rio Preto – SP; Letícia Rodrigues / Belo Horizonte; Vanessa Pedro/Niterói-RJ; Maria/Porto Alegre-RS; Valnen Cunha/ São Paulo-SP; Daniela/ Cuiabá-MT; Renzo Castelan/ Vitória – ES; Thais Mello/ Vitória-ES


Mais uma vez, parabenizo a todos vocês que estão, como eu, lutando pelos seus sonhos. E é sempre bom lembrar que o sonho sonhado junto, é mais fácil de ser realizado. E o nosso investimento, caros colegas, será estudar, e como já disse acima, acreditar. As atividades iniciais estão abaixo: leitura e fichamento dos capítulos. Remeti para o e-mail de vocês alguns textos em formato PDF, entendendo que alguns colegas já estão próximos de finalizar as leituras e apontamentos propostos. A idéia central então, seria complementá-las com os textos em formato PDF enviados. Caso queiram fazer observações, sugiro que utilizem o espaço "comentários" ao final desta postagem, mas caso prefiram, poderão utilizar o e-mail. Um abraço a todos!
Estão animados? Então, após o mês de junho, começaremos com as questões propostas.


Estudo Dirigido de Política Internacional:
(Itens constantes do Guia de Estudos 2010)
..........
5. A política externa norte-americana e relações com o Brasil.
..........


Leitura Básica: PECEQUILO, Cristina Soreanu. A Política Externa dos Estados Unidos.Porto Alegre: UFRGs, 2003. Leitura da obra completa.

Materiais de Apoio: 1. CERVO, Amado Luiz. Inserção Internacional: formação dos conceitos brasileiros. São Paulo: Saraiva, 2007. Cap 9. Brasil e Estados Unidos: a parceria estratégica.
2. Textos em formato PDF, remetidos oportunamente, por e-mail.

Atividades para os meses de abril, maio e junho de 2010:
3) Leitura dos textos;
4) Realizar apontamentos com vistas ao entendimento dos fundamentos da ação internacional dos Estados Unidos, buscando conhecer os objetivos que sempre estiveram presentes na agenda dos formuladores da política externa norte-americana. Identificar os elementos do padrão histórico Norte-Americano. Analisar as relações bilaterais mantidas entre Brasil e Estados Unidos com ênfase no período compreendido entre 1930 e 1989.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Política Internacional: As Relações Bilaterais Brasil-China (Parte III)

video

A Nossa Lembrança e Homenagem

Nas alturas da pág 222 de "A Devassa da Devassa", uma obra de referência obrigatória para o estudo da Inconfidência Mineira, Kenneth Maxwell, escreveu: " A tranquila dignidade com que Tiradentes enfrentou a morte foi um dos poucos momentos heróicos do fracasso sombrio. Quase um século depois, quando o Brasil implantou a República, ele foi proclamado herói nacional.E esta condição de herói nacional do alferes dos Dragões de Minas não é injustificada: em comparação com o de seus companheiros de conspiração, o comportamento de Tiradentes, ao ser interrogado, foi exemplar, ninguém o sobrepujou em entusiasmo por uma Minas independente, livre e republicana; reclamou para si o maior risco e não há dúvida alguma de que estava disposto a assumi-lo. Conforme dizem ter Cláudio Manuel da Costa afirmado, tomara que existissem mais homens desta têmpera! Tiradentes não era um anjo, nenhum homem o é. Mas em uma história particularmente carente de grandes homens, Joaquim José da Silva Xavir impõe-se como uma exceção." Certamente a carência não é tão grande como pretendeu o insigne historiador inglês. Tiradentes, no entanto, se destaca quando observamos a fase Colonial. Alferes Joaquim José da Silva Xavier, O Tiradentes, Patrono Cívico da Nação Brasileira.

sábado, 17 de abril de 2010

Política Internacional: As Relações Bilaterais Brasil-China (Parte I)

Esta é a primeira das três partes em que este interessante vídeo foi dividido. Postarei as próximas em breve.

video

História Mundial: A Primeira Guerra Mundial

Foram mantidas neste vídeo, apesar da curta duração, as informações essenciais sobre este importante evento, que de certa forma, "inaugurou" o "Curto Século Vinte", nas palavras de Eric Hobsbawm. Os cap 1 e 2 de Era dos Extremos desse historiador (pag. 29 a 89) respondem muito bem em relação ao CAD. O Cap 5 de Ascensão e Queda das Grandes Potências, de Paul Kennedy também é uma boa opção, então o texto começará na pag. 242, indo até a pag 266. Nesta escolha procure não passar em branco pelo mapa da pag. 247. Os Planos Schlieffen (alemão) de conduzir a guerra com inimigos em duas frentes opostas e o seu rival francês, menos conhecido, o Plano XVII, respondem por parte da inteligibilidade das escolhas em agosto de 1914, bem como por aspectos pouco explicados que envolviam as alianças defensivas.

video

sexta-feira, 16 de abril de 2010

História do Brasil: O Duque de Caxias

Da série Construtores do Brasil. Luís Alves de Lima e Silva, General e Senador do Império. Este vídeo está vinculado ao estudo do Período Regencial, e a importantes eventos do Segundo Império, como a manutenção da Soberania sobre o Território e a Guerra do Paraguai.

video

terça-feira, 13 de abril de 2010

Curso de Inglês: 18 - Gerund


video







Leia o texto e escolha a melhor alternativa.

The importance of synthetic materials.The day when we had to rely on wool, cotton or silk for our clothes, or wood, grass and mud for our houses, have now passed. The development of the plastic industry has given us a wide range of synthetic materials. We can use plastic in making clothes, building ships, producing toys or kitchen utensils, or imitating leather, wood or rubber. Modern man probably uses something made of synthetic material everyday, and yet only a hundred years ago these processes were unknown.
The International Encyclopedia

a) Lã, algodão, e seda são os únicos matérias para fabricação de
roupas.
b) Madeira, palha e argila são os únicos matérias para fabricação de
casas.
c) É impossível usar plástico na fabricação de roupas.
d) O homem moderno provavelmente usa algum tipo de material
sintético diariamente.
e) Estes processos já eram conhecidos há mais de 100 anos.

Respostas
d) O homem moderno provavelmente usa algum tipo de material
sintético diariamente.

História Mundial: A Primeira Guerra Mundial (Parte V)

video

domingo, 11 de abril de 2010

Leituras Indicadas !


Faço a sugestão das leituras constantes dos endereços abaixo. Revistas A-Mérika, Carta Internacional e Revista Brasileira de Política Internacional. É claro que é necessário fazer certa seleção entre os artigos, mantido e visando o interesse do CAD. A qualidade dos textos torna a leitura altamente recomendável, como leitura suplementar à Bibliografia Sugerida no Concurso. Então, Boa leitura.


http://200.144.190.194/nupri


sábado, 10 de abril de 2010

História Mundial: A Primeira Guerra Mundial (Parte IV)


O penúltimo segmento deste documentário, que pode nos auxiliar no entendimento das trágicas escolhas efetuadas por líderes mundiais, entre junho e agosto de 1914.

video

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Curso de Inglês: vídeo aula nº 17 - If Clauses

É hora de continuarmos com as vídeo-aulas de inglês.

video

quinta-feira, 8 de abril de 2010

História Mundial: A Primeira Guerra Mundial ( Parte III)


Segue a terceira parte deste documentário, que aborda parte das origens da Grande Guerra de 1914-1918. Após o festim sangrento promovido entre 1939-1945, a Grande Guerra européia iniciada em 1914, foi reduzida em magnitude, sendo precedida por um numeral, que como sabemos, só abrandou seu significado em termos semânticos, não obstante as elevadas perdas humanas e materiais proporcionadas por uma guerra de massa. Situação que uma "paz de vencedores", a Paz de Versalhes, conseguiu, como em um filme de roteiro muito previsível, escrever, em termos ainda mais dramáticos, em menos de uma geração.


video

Política Internacional: As relações bilaterais Brasil-Alemanha (1ª parte)

video

terça-feira, 6 de abril de 2010

sábado, 3 de abril de 2010

A Primeira Guerra Mundial (parte II)



Prosseguimos com o documentário referente ao item 3. do Programa de História Mundial (veja postagem anterior). Para possibilitar a postagem (que deve ser menor que 100 mb) o filme foi dividido em 5 partes.

video

Inscrições no Estudo Dirigido

Lembro aos interessados em inscrever-se nos Estudos Dirigidos que a condição prévia é associar-se ao Blog. É interessante que antes de solicitar a inscrição nos Estudos Dirigidos, seja feita uma leitura das regras de participação. Sem vínculo ao Blog na qualidade de seguidor(a) será impossível realizar as postagens dos Exercícios. Com um abraço a todos.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

História Mundial: A Primeira Guerra Mundial


Com a postagem abaixo, iniciamos uma série voltada para pontos capitais do programa de História Mundial, os quais respondem por diversos temas do item 3.

As rivalidades coloniais, A Questão Balcânica, as causas da Primeira Guerra Mundial, os 14 pontos de Wilson e a Paz de Versalhes se incluem entre eles. Tratam-se de tópicos de História que emolduram o "curto século XX" segundo a conhecida definição de Eric Hobsbawm, e emprestam significado ao Segundo Grande Conflito Mundial, cujas consequências dividiam até bem pouco tempo, o Mundo em um condomínio reservado aos interesses de duas super potências hegemônicas. Ainda vivemos sob essa herança, e somos todos tributários destes eventos. Basta lembrar que apesar de tanta propaganda e ideologia sobre a globalização, o volume das trocas comerciais de 1913 - ano de relativa paz vivida imediatamente à Grande Guerra - foi suplantado somente em 1973.

video